quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Um Lugar para Viver



Quando o comprei não sabia o que pensar do filme, pois apenas o comprei por ter a excelente atriz Maya Rudolph no elenco. Vi o filme e adorei, surpreendeu-me completamente e achei-o excelente. Um filme sobre a busca do lugar certo para viver, uma história sobre a vida e uma história sobre o futuro que aí vem. Excelente, comovente e divertido.

"Um Lugar para Viver", título nacional, conta-nos a história de Burt (John Krasinski) e Verona (Maya Rudolph), que decidem ir em busca de um lugar para viver, onde irão criar a sua família, raízes e história. Verona parte em viagem grávida e com Burt no decorrer desta jornada encontrarão velhos amigos ou familiares que não viam há muito, muitas peripécias iram viver, muita gente estranha irá passar por eles e sempre juntos tentarão procurar o local perfeito.

"Away We Go", título original, é um filme de 2009 realizado por Sam Mendes e tem argumento de Dave Eggers e Vandela Vida. No elenco principal temos Maya Rudolph e John Krasinski, que têm uma química excelente e estão perfeitos nos seus papéis. No elenco secundário contamos com vários nomes, Carmen Ejogo, Catherine O'Hara, Jeff Daniels, Allison Janney, Jim Gaffigan, Maggie Gyllenhaal, Chris Messina, Melanie Lynksey, entre outros atores.

Um filme excelente, uma história deliciosa, um elenco excelente, cenas dramáticas, cenas cómicas, diversão e uma excelente banda sonora ao estilo Country. Aconselho vivamente a verem, "Um Lugar para Viver" é um dos mais belos filmes que vi ultimamente. O final do filme surpreendeu-me e comoveu-me, adorei.


5*

2 comentários:

  1. Nunca vi este filme. Vai ficando para trás, na lista dos filmes "a ver"
    Permite-me dizer que acho que devias evitar escrever "excelente" - 7 vezes em 4 parágrafos

    Atentamente

    Sofia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Sofia... Deveria ver este magnífico filme.
      Concordo consigo sobre o escrever "excelente" 7 vezes em 4 parágrafos.
      Eu ao longo do tempo tenho vindo a apostar na eliminação de repetições, mas por vezes é o ênfase que o provoca, se eu gostar mesmo muito sou capaz de dizer muitas vezes como é bom.
      Obrigado pelo seu comentário, cumprimentos.

      Eliminar