terça-feira, 28 de agosto de 2012

Batman - O Início



Finalmente vi este filme e gostei muito, achei brilhante a capacidade de Christopher Nolan conseguir ir ao fundo do passado e mostrar-nos como nasceu Batman. Descobrimos o que levou Bruce Wayne (Christian Bale) a tornar-se no protetor da sua cidade Gotham e de várias pessoas, depois do assassinato dos seus pais Bruce quer lutar contra a injustiça e meter medo a quem faz o mal.

Christopher Nolan é um dos meus realizadores de "A Origem", filme que verei brevemente para crítica, e "Batman - O Início" (título português) tem a essência deste realizador que são os grandes efeitos especiais. Apesar de este filme não estar excelente está muito bom e Christian Bale consegue carregar o filme às costas, mas também precisa de ajuda dos restantes personagens que nos ajudam a perceber melhor a história da lenda que é Batman.

"Batman Begins" é um filme de 2005, com realização de Christopher Nolan e argumento bipartido entre o realizador e David S Goyer. No elenco contamos com Christian Bale, Michael Caine, Liam Neeson, Katie Holmes, Gary Oldman, Rutger Hauer, Tom Wilkinson, Ken Watanabe, Morgan Freeman, Linus Roache, Sara Stewart, Gus Lewis, Emma Lockhart, entre outros.

Em "Batman - O Início" temos muita ação, bons twists, um vilão no mínimo bizarro, efeitos especiais excelentes e algum drama juntamente com alguma comédia. Aconselho este filme e para quem ainda não o viu ainda vai a tempo, pois muitos já o consideram um clássico.



4*

8 comentários:

  1. Caro Frederico Daniel;
    Não sou critíco de cinema, mas ja trabalho na área do jornalismo a alguns anos, convivo com este tipo de escrita e penso que posso dar a minha opinião na tentativa de o "acordar".
    Comecei a ver algumas das suas criticas desde que adicionou no facebook a empresa de comunicação social onde trabalho (não interessa nomes) e ao principio achei interessante, o seu gosto por cinema, repito gosto! Isto porque realmente o frederico gosta muito de cinema, mas é só isso! Está longe de perceber esta arte, e o que é uma critica a um filme.
    Reparei tambem que estuda ou estudou jornalismo, e a meu ver este blogue não é de todo uma mais valia para futuramente ingressar na profissão! Estamos sempre a tempo de aprender, eu tambem ja tive neste lugar, mas penso que o Frederico insiste em algo que está fora do seu alcance! O Frederico escreve como uma criança que anda no básico, e claramente aproveita-se de criticas ja feitas e utiliza o tão conhecido "copy/paste" para embelezar os "seus" textos! É impensável numa critica falar de assuntos que não conhecemos, bem como contar partes dos filmes e dizer que um filme não está exclente, mas tá muito bom, e aconselhar a ver porque é considerado um clássico. Percebe onde quero chegar?
    Espero que interprete este comentário como uma critica construtiva, e que insista em aprender! Procure amigos, colegas professores e acima de tudo escute, escutar é uma virtude!
    Boa Sorte, um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa noite antes de mais, concordo em parte no que diz pois a realidade é que ainda sou amador e ainda tenho de melhorar a minha escrita que já me disseram ser infantil.
      Sobre o "copy/paste" não me aproveitei de críticas já feitas, nem sequer li nenhuma crítica a este filme pois achei que me poderia influenciar.
      Obrigado por esta crítica construtiva e percebo que todos os comentários são para me ajudar a melhorar.
      A única coisa que poderá ser considerada "copy/paste" é a parte do nome das pessoas do elenco.

      Eliminar
  2. Ámen.

    Já várias vezes tentei dizer isso ao Frederico - talvez através de palavras menos felizes que a suas.
    Aliás em grupos de cinema do Facebook o mesmo já lhe foi dito inúmeras vezes. De facto o Frederico tem a incrível capacidade de ser sempre bem educado nas suas respostas e argumentações, mesmo quando as criticas são mais duras. Mas no entanto Frederico, nada tens feito para melhorar os erros que cometes - repetições, cópias, textos ocos e escrita pouco elaborada e infantil (como foi escrito e bem no pertinente comentário do Anónimo).
    Na tentativa de melhorar, até sugerimos uma lista de filmes para ver se alargavas horizontes, mas mesmo assim, a magia não aconteceu.
    Enquanto fã de cinema este blog deixa-me triste, enquanto membro de blogs de cinema, este blog nada me diz, nada acrescenta à comunidade e é nulo para aqueles que procuram informação sobre os filmes que aqui mencionas.

    Frederico - pensa bem naquilo que queres transmitir, na forma como escreves e sobretudo naquilo que queres que este blog seja e ofereça.

    Atentamente

    Sofia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em primeiro lugar peço desculpa por a desiludir, mas prometo que estou a apostar em não ser tão amador.
      O que quero transmitir é a minha visão e opinião dos filmes, mais uma vez obrigado Sofia.
      Apesar de sere críticas duras como diz, são palavras que me ajudarão a melhorar.

      Eliminar
  3. O que eles querem dizer é que deves primeiro escrever o teu livro de contos, num documento word que não esteja partilhado na Internet, que treines e te tornes mais maduro na escrita. Daqui a uns anos, quando os estiveres mais confiante, e escreves mais umas coisas.
    Lembra-te que ser blogger de cinema não é ser um wannabe de jornalista do público, é ter personalidade e transmitir algo de muito próprio para o blog que é, afinal, a tua casa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa noite Pedro, eu sou um bocado assim confuso e talvez uma pessoa sem se preocupar muito. Mas vou melhorar.

      Eliminar
  4. Neste filme ficava na dúvida entre o quatro e o cinco a nível de avaliação, mas provavelmente caí para o quatro, tal como fizeste.
    Da trilogia de Christopher Nolan é claramente o filme menos conseguido, os seguintes estão num plano muito superior. É um filme introdutório que mostra as raízes desta mítica personagem e que acaba por não conseguir desenvolver tudo o que podia, pois foca-se demasiado no passado.
    Pessoalmente, penso que falta um vilão mais forte e o filme ressente-se disso mesmo. Foi uma vitória demasiado fácil.

    P.s. Tenho que concordar com os comentários acima, a crítica podia estar mais madura e desenvolvida. No entanto, tenho de te dar um elogio: não desististe. E isso é bom. Com este tipo de críticas muitas pessoas tinham deitado a toalha ao chão, valorizo essa tua capacidade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde. Sem dúvida, concordo com o que disseste no que toca a ser um filme introdutório, talvez por isso seja um filme mais morno e com menos ação que o segundo filme.
      Sim, estou a apostar nisso. Não desisto, pois falar de cinema e escrever sobre os filmes que vejo é algo que eu adoro.

      Eliminar