segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Padre



Tem uma história engraçada, diverte e é um filme com bons efeitos especiais, contudo falha pois algumas coisas não têm nexo. Gostei muito da parte inicial, por ser gráfica e nos dar um pequeno resumo do que em tempos se passou.

"Padre", título nacional, parece previsível mas têm algumas surpresas. A meu ver agradou-me ser surpreendido em algumas partes do filme, pois assim não antecipamos o que poderá acontecer. O desempenho de Paul Bettany ("O Código Da Vinci") não está mau, mas o ator poderia ter trabalhado mais o seu papel.

"Priest", no original, é um filme de 2011 realizado por Scott Charles Stewart, com argumento de Cory Goodman e é baseado na novela gráfica de Min-Woo Hyung. No elenco podemos ainda contar com Karl Urban, Maggie Q, Cam Gigandet ("Crepúsculo") e Lily Collins, entre outros. Resumindo, este é um filme que se vê por diversão e que serve para distrair.



3*

10 comentários:

  1. então que tal: "por ser gráfica e permitir conhecer o passado da personagem (ou da história do personagem principal)

    é que História no contexto usado, parece a ciência e não o enredo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já percebi Sofia :)
      Conheçemos não só o passado da personagem, mas também do tema do filme.
      Vou então encontrar uma forma para corrigir isto, cumprimentos

      Eliminar
  2. Sofia, não percebeste a história? "É engraçada"!

    ResponderEliminar
  3. Ah e "conhecemos" não leva cedilha...
    Este blog é a minha nova paixão LOL

    ResponderEliminar
  4. Conhecemos não leva cedilha, enganei-me.
    Desculpem.
    Boa noite.

    ResponderEliminar