segunda-feira, 19 de março de 2012

A Estrela Mais Brilhante


Esta é a primeira curta-metragem que crítico e classifico, mas faço-o com muito gosto pois conheço a Joana Santos, realizadora deste pequeno grande filme. Para além da Joana, a realização está também a cargo de André Matos, ambos estudantes da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (a minha universidade).

A história de "A Estrela Mais Brilhante" fala sobre a perca de um ente querido e a vontade de o trazer de volta e fala da ideia de não desistir, o que é excelente. A história é comovente, excelente e como diz o título é brilhante. Este filme é uma estrela, que brilha em Portugal.

No elenco Miguel Mestre e Ruben Tiago sãos os atores principais, adorei o argumento e gostei muito de a história ser passada no passado, especialmente na época da primeira ida à Lua. Uma história sobre a procura de algo que não volta mais e a luta pela ausência de um ser muito amado.

Alguém no Cinema São Jorge comentou que tem uma história "fofinha" e concordo, pois é comovente e deliciosa. Vejam esta curta que bem poderia ser uma longa.

5*

Sem comentários:

Enviar um comentário