quinta-feira, 3 de julho de 2014

Frozen: O Reino do Gelo



Finalmente vi "Frozen: O Reino do Gelo" (título nacional) e adorei, é sem dúvida um dos melhores filmes de animação que vi nos últimos tempos.

"Frozen" (título original) tem uma história bastante bonita, um argumento bem trabalhado e personagens fantásticas das quais gostei bastante.

Vi "Frozen" na versão original, pois adoro as atrizes que dão voz a Anna e Elsa. Confesso que já tinha saudades de ver um filme de animação assim, amei.

"Frozen: O Reino do Gelo" fala-nos de amor, principalmente no amor que nutrimos pela nossa família. Fala ainda das diferenças de cada um, onde destaco o caso de Elsa.

"Frozen" é algo cliché, mas é essencial. O filme tem uma história triste por um lado, mas feliz por outro fazendo com que riamos ou que fiquemos mais comovidos.

"Frozen: O Reino do Gelo" tem uma banda sonora fantástica, principalmente a música Let It Go que adoro e que acho estar perfeita na voz da excelente Idina Menzel.

Apesar de ter alguns clichés, "Frozen" desmitifica alguns e principalmente a ideia das princesas casarem-se com uma pessoa que conheceram há poucos minutos.

"Frozen: O Reino do Gelo" é para miúdos e graúdos, um filme que recomendo a todas as famílias. A mim deixou-me com um sorriso na cara, pois é um filme otimista.

"Frozen" (filme de 2013) foi realizado por Chris Buck e Jennifer Lee, que também está a cargo do argumento. O filme é baseado no conto "The Snow Queen", escrito por Hans Christian Andersen.

"Frozen: O Reino do Gelo" conta com as vozes de Kristen Bell, Idina Menzel, Jonathan Groff, Josh Gad, Santino Fontana, Livvy Stubenrauch, Eva Bella e Alan Tudyk, entre mais.


5*

4 comentários:

  1. Eu também gostei muito, mas na minha opinião falava um vilão de relevo para a história.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, antes de mais obrigado pelo comentário. Não consigo concordar a 100%, pois nem todas as histórias precisam de um vilão de relevo. Esta história tem um vilão, mas um vilão realista. O pior vilão é aquela pessoa com segundas intenções, aqui o personagem que demonstrou isso foi o Hans.

      Eliminar
  2. É interessante que o vilão acaba por ser em parte a Elsa... Mas claro que tudo se resolve no fim!
    A Disney sabe muito bem o que faz e o que faz faz bem feito!!

    Gostei muito da crítica !!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pelo seu comentário, cumprimentos. Eu cá não vi a Elsa como vilã, apenas como uma pessoa diferente e com medo de se mostrar.

      Eliminar